...
...

Você ja atendeu algum paciente com queixa de câimbra nos membros? Neste artigo “Câimbras o que fazer e como tratar” vamos falar dos principais pontos da doença para sua prática médica.

 

 

O que são?

Câimbras  musculares são muito comuns na pratica médica, sendo referidas isoladamente ou em associação a diversas doenças sistêmicas e do sistema nervoso.

Segundo Rowland et al a caimbra é uma contracão muscular, involuntária, com duração de 5 a 10 minutos que , muitas vezes, produz um “aumento visível do músculo, aparecendo como caroços”.Podendo ocorrer em diversos períodos do dia.Alguns pacientes irão relatar “câimbra ao acordar” , ” câimbra durante atividade física” , “câimbras noturnas” entre outras.

Como classificar:

 

 -Idiopáticas

– Sintomática:

– doenças neuromusculares

– distúrbios metabólicos:

– hemodiálise

– associada ao calor

– distúrbios fluido hidroeletroliticos

– álcool e drogas

[

A caimbra idiopática

Está é a forma mais freqüente das câimbras , ocorre principalmente durante o repouso, comumente durante o período noturno, sendo a musculatura da panturrilha, além dos pequenos músculos dos pés, os mais acometidos 1361.

Geralmente a câimbra  idiopática inicia quando o músculo está contraído voluntariamente em uma posição mais encurtada.

Isto pode explicar a maior susceptibilidade das câimbras noturnas nos membros inferiores, pois a flexão plantar mantida durante o sono, determina, na musculatura da panturrilha e na musculatura ventral do pé, contração muscular máxima.

Nesta situação  existe provavelmente “perda aferência inibitória do órgão tendinoso de Golgi sobre a medula espinhal, além do concomitante estiramento do músculo antagonista,o que acarreta hiperexcitabilidade do moto neurônio em questão” .

O Tratamento com maior resultado segundo Sontag et al foi exercícios de alongamentos 3-4x ao dia por 15-minutos. Lembrando que a hidratação não deve faltar.

 

Câimbra e hemodiálise

Freqüentemente ocorrem em paciente em hemodiálise . Estas geralmente ocorrem no final da sessão de dialise, algumas vezes são precedidas por hipotensão arterial.

Câimbra por disturbio de eletrólitos

Vários distúrbios fluido-hidroeletroliticos podem causar câimbras, sendo os mais comuns são a hiponatremia com depleção salina, depleção aguda do sódio extracelular isoladamente e a hipoglicemia.

Em pacientes com câimbras de repetição ou períodos mais longos devemos lembrar de doenças neurológicas, musculares e a reações adversas por medicamentos como as estatinas.

Agora que está sabendo de tudo depois da leitura do artigo. ” Câimbras o que fazer e como tratar”  quando chegar um paciente o ” Brain Storm ” de possibilidades ja está feito.

Separamos estes artigos para você aprofundar seus estudos https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24727897/

https://link.springer.com/article/10.1007/s40279-019-01162-1

Nosso canal youtube : Clique aqui

Nosso podcast clique aqui

Curso Medicina 5G : clique aqui

Newsletter

Assine nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos da Nova Medicina